Portugal entre os países com prazos de pagamento mais alargados

A maioria das empresas europeias do sector dos transportes e serviços têm créditos em dívida que nunca vão receber. A conclusão é de um estudo de confiança empresarial do grupo Eurofactor, realizado junto de 324 PME-PMI do sector dos transportes e serviços a operar essencialmente no segmento B2B, com seis a 500 colaboradores, volume de negócios entre 500 mil e cinco milhões de euros, de seis países europeus.
“No geral, a maioria das PME europeias do sector estão optimistas, apesar da alta taxa de incobráveis e do atraso nos prazos de pagamento serem denominadores comuns a todos os mercados analisados. A globalização e os novos países emergentes representam novas oportunidades de negócio para as empresas portuguesas, mas é importante que procurem soluções de gestão para assegurar o financiamento e a gestão da conta de clientes, designadamente cobertura do risco de crédito e cobrança”, afirma Rui Esteves, director-geral da Eurofactor Portugal.
A Alemanha é o país que mais se destaca com 79 por cento das empresas com incobráveis Portugal aparece em segundo lugar com 74 por cento. As empresas portuguesas são as mais cautelosas na apreciação do ambiente empresarial e cinco por cento confessam mesmo estar pessimistas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: